fbpx

Home Office era uma tendência.

Atenção para o trabalho em casa.

Se antes o  home office era um tema visto como uma tendência que ganhava força a cada dia, temos agora, em função do Coronavírus, como única forma de viabilizar o trabalho sem exposição a risco.

Da mesma forma que a realização do nosso trabalho exigiu planejamento do nosso empregador, trabalhar em casa vai nos colocar a necessidade de planejar nossa infraestrutura, método de trabalho, e também questões como ajuste da rotina dos demais moradores da casa. 

Vamos lá, a primeira coisa  a ser levar em conta: home office é trabalho!!!

Muitas pessoas avaliam esta modalidade de trabalho como uma grande maravilha onde é possível cumprir as obrigações quando e onde quiser. Mas na verdade não é bem  assim. O “onde” até pode ser flexível, mas o “quando” é rigoroso. Há cronogramas e entregas que tem que ser cumpridas, clientes que precisam de respostas rápidas aos seus problemas e demandas. Formas de controle e monitoramento bem definidas devem ser aplicadas pelos gestores e uma gestão mais documentada é necessária.

Ambiente claro e ventilado é importante.

Estabeleça uma rotina de horários a serem cumpridos e mantenha-se firme em cumpri-la. Caso você não more sozinho, comunique e negocie a viabilização desta rotina com os demais moradores da casa. 

Garanta que você tenha todos os acessos a sistemas, aplicativos e ferramentas de trabalho de que vai precisar. Não vai ser bom descobrir às 4 da manhã (hora que você se julga muito produtivo) que você precisa de um acesso para o qual você não tem senha, e que isto é necessário para a entrega do trabalho as 8 da manhã. 

Escolha um lugar da casa e monte ali seu espaço de trabalho.

Deixe à mão tudo o que precisa. Na empresa há alguém que supre as necessidades de material de escritório, mas trabalhando em casa, esta responsabilidade provavelmente será sua. 

Pequenas pausas podem elevar a sua produtividade. Tomar um café, ir até a geladeira e se servir de uma fruta, ou ter uma outra guloseima ao alcance renova nossas forças e nos dá energia para seguir até o final das atividades. Mas não se deixe distrair por estas pequenas pausas, antes de iniciá-las, estipule um tempo para espairecer e coloque um cronômetro que indique o fim do intervalo.

Pequenas pausas podem aumentar a produtividade. Um café, um lanche vai bem!

Trabalhar em esquema de home office está longe de significar trabalhar sozinho. Você pode acessar colegas de trabalho e liderança para dar ou pedir suporte a eles. Algumas decisões sobre o encaminhamento do trabalho só podem ser tomadas avaliando os seus impactos em outras áreas ou no trabalho dos nossos colegas de trabalho. Combine com eles quais ferramentas serão utilizadas para essas interações, e também compartilhem em quais horários cada um da equipe irá trabalhar – se todos da empresa devem cumprir o mesmo horário ou se há flexibilidade, para que não haja desencontros. 

Antes de aceitar uma demanda avalie cuidadosamente seu escopo, cronograma de entrega, considere de modo muito realista o seu nível de maturidade profissional para conseguir fazer a entrega esperada com qualidade e dentro dos prazos.

Reflita o quanto você estará adaptado a essa nova forma de trabalho e se conseguirá manter o  mesmo nível de produtividade. Se for necessário e possível, aumente de maneira moderada o prazo das entregas, considerando esse período de ajuste à rotina. Além disso, é sempre bom desdobrar entregas maiores em pequenas entregas, isto alinha expectativas e minimiza muito o risco de chegar ao final com um resultado diferente do esperado.

Cabe aqui um recado muito especial para as lideranças.

É preciso ter um painel muito claro sobre o nível maturidade de cada membro da equipe para cada tipo de demanda – qual o nível de competências de cada um. Isto vai definir o grau de autonomia de cada profissional, as estimativas de tempo para o desenvolvimento das tarefas bem como o quanto você vai ter que acompanhar e dar suporte a cada um. Outra  questão importante é definir e comunicar claramente os níveis de autonomia para tomada de decisão: quem pode falar com clientes em nome da empresa, quem pode alterar requisitos acordados anteriormente, quem pode ter acesso a quais informações e a quais sistemas. Isto cabe à liderança estabelecer e gerenciar todas estas variáveis inerentes a esse cotidiano de trabalho.

Reconhecer que precisa de ajuda, além de ser demonstração de humildade, pode ser um aliado importante de sobrevivência para quem trabalha home office.

Não sofra sozinho, cerque-se de uma rede de apoio que alavanque seus resultados. E não esqueça que esta rede também vai demandar você. Ofereça sempre ajuda de qualidade e responda prontamente às demandas de ajuda que seus colegas de trabalho lhe fizerem. 

Faltou lembrar do que todo mundo sabe, mas muitos têm dificuldade em cumprir: alimentação saudável, atividade física, interações sociais saudáveis, etc………. São importantes elementos que devem fazer parte do seu dia a dia.  Essas boas práticas vão garantir que seus resultados hoje e no médio e longo prazos sejam mantidos!!!

Tem alguma dúvida ou contribuição que podemos incluir em novos textos sobre este tema? Deixe sua sugestão nos comentários! E aproveite para nos contar como está sendo sua adaptação à essa nova forma de trabalho!

People TI Consultoria em Gestão de Pessoas – Claudia Petrus.

« »

2 comentários em “Home Office era uma tendência.

  1. Muito interessante as dicas! Estou trabalhando em Home Office há alguns dias e estou buscando seguir uma rotina. Mas realmente se nota diferença na atuação no trabalho e em casa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

People TI - Soluções em Gestão de Pessoas e Carreiras | Projeto desenvolvido por Via de Negócios