Empregabilidade: a arte de se manter desejado pelo mercado

A crise chegou para todos e os reflexos no mercado de trabalho são evidentes. Com tantos profissionais disponíveis, as empresas tendem a exigir cada vez mais e a oferecer cada vez menos.

Diante deste cenário é preciso repensar o nível de empregabilidade, ou seja, a capacidade de manutenção do emprego ou recolocação no mercado de trabalho.

Alguns especialistas afirmam que empregabilidade responde pelo número de alternativas que você possui caso queira mudar de emprego. Então, se você fosse demitido ou decidisse fazer algo diferente a partir de agora, o que faria e quais empresas estariam dispostas a contratá-lo? Uma pergunta que merece reflexão.

Antes de qualquer coisa é preciso entender o que o mercado procura nos profissionais atualmente. Mais do que um profissional com grande conhecimento acadêmico ou larga experiência, as empresas buscam profissionais com habilidades e competências atualizadas – onde a competência deve ser percebida como a capacidade de integrar em uma única pessoa, conhecimento (saber), habilidade (saber fazer) e atitude (fazer) – oferecendo uma visão renovada e promovendo as mudanças necessárias. É preciso ter uma visão e atuação sistêmica, olhando o contexto de forma integral e capacitando-se para atividades que se complementam. Trata-se de um profissional mais completo, com uma visão generalista, mas ancorado na sua especialidade para gerar valor.

Além dos pontos citados acima, há atitudes que são muito requisitadas em ambientes corporativos e uma delas é a flexibilidade diante das mudanças que fazem do profissional um “camaleão” capaz de se adequar às novas realidades e modelos de gestão.

Quanto maior for sua empregabilidade, maior será sua chance de manter sua carreira em ascensão mesmo em épocas de crise – como a que estamos vivendo -, e de se recolocar mais rápido no mercado caso você esteja à procura de um emprego.

Conheça algumas estratégias para administrar sua carreira com foco em alta empregabilidade:

  1. Mantenha-se atualizado sobre as novas tendências de sua área de atuação

Fique atento às notícias e mudanças que ocorrem na sua área de expertise. As leis se modificam, o cenário do mercado se adapta aos impactos da economia, a tecnologia se aperfeiçoa. Por isso, o profissional de sucesso está sempre bem informado sobre sua área;

2. Aposte em educação continuada

Quem investe em qualificação amplia seus horizontes, estende sua visão de mundo, enriquece seus conhecimentos e sempre terá portas abertas. A internet oferece cursos online gratuitos, workshops e escolas de negócios oferecem cursos de atualização.

3. Aplique os novos conhecimentos no seu cotidiano

Elabore e apresente novos projetos, discuta conteúdos em evidência e demonstre que está desenvolvendo seu potencial;

4. Conheça bem suas habilidades e competências profissionais

O profissional de sucesso é seguro sobre o que domina e deve demonstrar seus conhecimentos e habilidades com solidez. A empregabilidade não se sustenta somente com diplomas e certificações, é preciso dar visibilidade as suas qualidades;

5. Saiba aonde quer chegar e prepare-se

Planejar sua carreira é essencial para que você invista tempo e dinheiro desenvolvendo competências que se alinhem com seu objetivo. Tendo definido seu objetivo profissional, basta mapear quais habilidades você necessita desenvolver para chegar lá e se preparar.

6. Faça seu networking

Além disso, é extremamente importante que o profissional aproveite e amplie seu network. Fazer bons contatos e mantê-los informados sobre suas potencialidades e seus objetivos pode ser o elo entre você e as melhores oportunidades do mercado. Uma dica é não perder a chance de conhecer novas pessoas e investir no marketing pessoal para causar uma boa impressão e mantê-la.

Entender o que é empregabilidade, desenvolver o autoconhecimento e saber se posicionar no mercado é essencial para se destacar diante de tantos candidatos.

A importância do currículo bem elaborado

Independente da maturidade da empresa ou do processo seletivo que você vai enfrentar, lembre-se que uma fase da seleção sempre estará presente: a triagem de currículos. Esta etapa é a forma mais comum e simples de identificar os candidatos que possuem o conhecimento e perfil de acordo com as expectativas da vaga.

Por isso, lembre-se que tudo começa pelo seu currículo. Objetivo, organizado e transparente, um currículo pode facilitar sua jornada em um processo seletivo. No entanto, repleto de informações irrelevantes e mal estruturado, ele pode ser o grande vilão na hora de conquistar a tão sonhada vaga de emprego.

Não se esqueça de que o objetivo principal é vender você, vender a idéia de que você (candidato) poderá agregar valor para a empresa.

Com o número de candidatos por vaga cada vez maior, os recrutadores têm mais currículos para ler. Eles dedicam um tempo mínimo para cada um deles, portanto, se as informações do seu currículo não atraem logo de cara, você corre o risco de perder a oportunidade de emprego. É preciso ser objetivo e evidenciar suas conquistas. De nada adianta ter boa experiência profissional e excelente formação se essa informação não é transmitida adequadamente para o documento que funciona como cartão de visitas do profissional.

Existe um erro extremamente comum cometido por profissionais ou candidatos na criação do currículo e que geralmente é a causa de muitos outros erros. Quando pensamos em fazer um currículo geralmente utilizamos um modelo pronto e alteramos as informações listando todo nosso histórico profissional. Porém um currículo bem elaborado exige um alinhamento entre a posição que você pretende atuar e os seus conhecimentos e experiências.

Um bom currículo não garante que você seja contratado, mas pode ser o diferencial para a próxima etapa do processo seletivo.

Muitos profissionais ainda têm dúvidas relacionadas ao conteúdo e disposição das informações, principalmente com a atualização constante do mercado de trabalho. Você está enviando dezenas ou centenas de currículos sem nenhum retorno? Talvez seja hora de contratar um serviço especializado em revisão ou elaboração do seu currículo. Um Consultor de Carreiras poderá ajudá-lo nessa tarefa.

Assumir o papel de protagonista no seu desenvolvimento profissional é encarar a realidade, adotar uma postura ativa diante dos problemas e tentar encontrar alternativas.

Faça uma reflexão de onde você está hoje e aonde quer chegar.

Quais competências você possui e quais as que precisa aprimorar? Quais atitudes são o seu diferencial e onde há espaços para melhoria?

Por que uma empresa o contrataria hoje?


Texto de Michelle Navarro Lins
Disponível na íntegra no site da Michelle – michellenavarro.com.br

«

Deixe uma resposta

People TI - Soluções em Gestão de Pessoas e Carreiras | Projeto desenvolvido por Via de Negócios