Avaliações no contexto do trabalho? Conheça o Assessment e a Avaliação Psicológica!

Na era das redes sociais constantemente nos deparamos com publicações, sites e aplicativos que nos convidam a responder perguntas sobre as nossas escolhas e, ao final, temos uma pequena amostra que se propõem a dizer como somos, como pensamos ou quais as nossas preferências. Somos motivados a responder esses questionários por que eles nos geram curiosidade em saber se o resultado é compatível com nossa realidade.

É uma forma de entretenimento que traz curiosidade sobre um tema rico e amplo, foco de estudo de muitas ciências que se propõe a entender e avaliar aspectos do comportamento humano, desde comportamentos observáveis até aspectos mais subjetivos, como pensamentos e sentimentos.

Dentro da multiplicidades de características para avaliar, criaram-se critérios, métodos e técnicas de investigação, classificação e codificação destes comportamentos. Ao longo da história, duas delas tiveram maior destaque no contexto das organizações, devido à capacidade de apuração de características importantes num contexto de trabalho: o Assessment e a Avaliação Psicológica.

Nesse momento você pode estar pensando “Ué, mas se minhas aulas de inglês não foram em vão, eu sei que assessment é o mesmo que avaliação.“, eu sei, eu sei. E você está certo. O conceito de Assessment e Avaliação Psicológica são sinônimos em alguns pontos e o que difere entre eles é a definição teórica e conceitual, que veremos um pouco mais logo abaixo. Porém, em termos práticos do dia-a-dia, o que nos interessa é a variedade e a qualidade de características que podemos avaliar com esses dois processos.

Assim, o assessment pode ser entendido como:
• Uma avaliação comportamental que dá um panorama inicial das características comportamentais relacionadas ao trabalho, em que podemos entender os conhecimentos, habilidades e atitudes dos avaliados;
• Uma investigação inicial, que no contexto organizacional atual tornou-se apreciado pela possibilidade de rastreio inicial das principais características pessoais relacionadas ao trabalho.

Já quanto a avaliação psicológica, podemos dizer que é:
• Um processo de investigação, em que é feita a análise das informações coletadas por meio de entrevistas, aplicação de testes ou instrumentos confiáveis e cientificamente constituídos;
• Um processo estruturado por etapas, que visa responder um questionamento em uma demanda específica;
• Realizada por um psicólogo, que deve planejar e realizar a avaliação com o objetivo de conhecer o avaliado e obter respostas para os questionamentos que iniciaram o processo de avaliação.

Pensando nesse contexto de trabalho, tanto as avaliações psicológicas quanto as ferramentas de assessment podem investigar características psicológicas relacionadas a produtividade, rendimento e ritmo no trabalho, capacidade de adaptação às mudanças, interação com pares ou relacionamento interpessoal e tendência a seguir normas, dentre outros, apenas para citar alguns exemplos.

A People TI Consultoria iniciará uma série de posts sobre Assessment e Avaliação Psicológica, trazendo a você interessado no tema e profissional da área de Gestão de Pessoas informações sobre estes processos, aplicações e possibilidades de utilização dentro do seu ambiente profissional.
Tem interesse no tema? Acompanhe nossas postagens!
Comente, faça suas perguntas pois elas podem gerar novos posts, ou entre em contato para saber mais:
Telefones: 3304-8916,
Cel e WhattsApp: (48) 99620-1260
E-mail: assessment@peopleti.com.br

« »

Deixe uma resposta

People TI - Soluções em Gestão de Pessoas e Carreiras | Projeto desenvolvido por Via de Negócios